Flamengo supera Vasco e sai na frente na final do Carioca
14/04/2019 18:45 em Esporte

Com tranquilidade, o Flamengo venceu o Vasco por 2 a 0 neste domingo, no estádio Nilton Santos, no primeiro jogo da final do Campeonato Carioca. Bruno Henrique fez os gols da vitória rubro-negra e deu vantagem importante para o time de Abel Braga na briga pelo título.

COMO FICA?

Com dois gols de vantagam, o Flamengo pode perder até por um de diferença no segundo jogo da final, que será disputado no próximo domingo. Caso o Vasco vença por dois de diferença, o título será decidido nos pênaltis. Não há vantagem na decisão porque os dois times foram campeões dos turnos - o Cruzmaltino ganhou a Taça Guanabara, e o Rubro-negro, a Taça Rio.

BRUNO HENRIQUE

Autor dos dois gols, o Bruno Henrique foi o grande personagem do jogo. Ele poderia ter feito três, mas teve um anulado pela arbitragem com o uso do VAR, que parou de funcionar minutos depois. Bruno Henrique se tornou o artilheiro isolado do estadual, com oito gols marcados. Além disso, chegou a seis gols marcados em clássicos: já havia balançado as redes duas vezes contra o Botafogo e duas contra o Fluminense.

O atacante tomou cartão a amarelo por falta em Lucas Mineiro, aos 33 minutos do primeiro tempo, e está suspenso para o segundo jogo da decisão.

O JOGO

O Flamengo venceu com facilidades, acuou o Vasco, que não conseguiu impor o seu jogo em nenhum momento. Diego Alves não fez nenhuma defesa difícil. Com Arrascaeta de titular no lugar de Diego, que entrou no segundo tempo, o Fla jogou o tempo inteiro no campo de ataque, encurralando o adversário.

O Flamengo chegou a quase 70% de posse de bola no segundo tempo. Foi uma equipe com um estilo diferente de outros jogos do ano. A torcida reclamava muito da falta de efetividade do time, que, desta vez, foi para cima. Um exemplo disso é que o Rubro-negro até poderia ter vencido com mais gols.

Apesar do domínio, o primeiro tempo terminou empatado em 0 a 0. Os gols só saíram na segunda etapa. Bruno Henrique fez o primeiro aos nove, quando Everton Ribeiro cruzou da esquerda, Danilo Barcelos afastou mal de cabeça, a bola sobra para o atacante flamenguista, que chuta por baixo de Fernando Miguel para brir o placar.

Se o Vasco já não conseguia segurar a bola e criar chances de gol, a situação ficou ainda mais complicada quando Alberto Valentim decidiu tirar Marrony, equivocadamente. O jovem da base era o jogador vascaíno que mais buscava criar alguma coisa.

O lance de maior perigo do Cruzmaltino foi no segundo tempo, aos 18, após Yago Pikachu lançar Maxi López, que invadiu a área e chutou na rede pelo lado de fora.

O Flamengo continuou no ataque e chegou ao segundo aos 32 minutos. Cáceres perdeu a bola para Arrascaeta na direita, o uruguaio seguiu e cruzou na área. Fernando Miguel espalmou para o meio, Bruno Henrique pegou a sobra e correu para o abraço: 2 a 0.

Diego entrou em campo aos 38, no lugar de Everton Ribeiro. No último minuto de jogo, o camisa 10 puxou um contra-ataque, invadiu a área adversária e caiu, pedindo pênalti de Yan Sasse. Sem VAR, a arbitragem mandou seguir.

 

Futebol Brasil

COMENTÁRIOS