sábado , 22 setembro 2018
Home / Polícia / Agosto terminou com quatro mulheres mortas no Cariri e o ano é 52% menos violento

Agosto terminou com quatro mulheres mortas no Cariri e o ano é 52% menos violento

Silvany foi morta a tiros em Crato, Cícera em Juazeiro e Creuza a golpes de faca em, Brejo Santo (Foto: Reprodução)

Em 14/09/2018 às 06:00

O mês de agosto terminou com o registro de quatro mulheres assassinadas na região do Cariri, sendo duas em Juazeiro e as demais em Crato e Brejo Santo após o mês de julho com apenas um homicídio contra pessoa do sexo feminino ou crescimento de 300%. Nos oito primeiros meses deste ano são nove mulheres mortas contra 19 na comparação com igual período do ano passado ou dez a menos representando uma queda na ordem de 52,6%.

Na comparação dos meses de agosto deste e do ano passado houve queda de 42,8% já que, em 2017, sete mulheres foram mortas no oitavo mês. Este ano, mulheres tombaram sem vida em oito cidades, sendo uma no mês de janeiro, três em fevereiro, uma em julho e quatro no mês passado. De acordo com levantamento feito pelo Site Miséria, foram assassinadas duas pessoas do sexo feminino em Juazeiro (22% do total no Cariri) e as demais em Aurora, Caririaçu, Assaré, Jardim, Araripe, Crato e Brejo Santo.

No dia 19 de agosto, Silvany Inácio de Sousa, de 26 anos, que morava na Rua Granjeiro, 41 (Bairro Seminário) em Crato e trabalhava no Colégio Pequeno Príncipe, foi morta a tiros em plena Praça da Sé por seu ex-companheiro Elson Siebra de Deus, de 47 anos, residente em frente ao logradouro onde foi preso. A polícia apreendeu o revólver calibre 38 usado no crime e mais cinco espingardas calibres 20, 32, 36 e 40 e um total de 57 munições.

Já no dia 23 Cícera Maria dos Santos Rocha, de 51 anos, que residia na Rua Beata Maria de Araújo (João Cabral) em Juazeiro do Norte, foi morta a tiros na calçada de casa e saíram baleadas sua filha Luciana Silva Santos, de 29 anos, e Antônia A de M. Silva, de 59 anos, as quais foram socorridas ao hospital. Cícera era acusada do tráfico de drogas

No mesmo dia Maria Viera de Souza, de 54 anos, que residia na Rua Anita Neves Lima Couto (Frei Damião) em Juazeiro foi morta a tiros por dois homens que chegaram numa moto e adentraram sua casa quando efetuaram os disparos. Existem suspeitas que o próprio companheiro João J de Souza, de 67 anos, seja um dos autores do crime e o mesmo terminou preso.

Finalmente, no dia 29 de agosto, Creuza Patrícia Cesar, de 42 anos, que morava no Sítio Bezerros em Brejo Santo, foi morta a facadas dentro de casa pelo seu próprio companheiro o mototaxista José Edilanio da Silva Martins, de 35 anos, que praticou o suicídio por meio de enforcamento. Ele era um homem depressivo, tomava medicação controlada e costumava dizer que um dia ainda iria fazer uma “besteira” sem entrar em detalhes sobre o que seria.

Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

Compartilhar

Veja Também

Acusado vários homicídios preso

Em 21/09/2018 às 10:52 Policiais civis de Jucás com o apoio da delegacia regional de polícia ...

Deixe uma resposta