terça-feira , 23 outubro 2018
Home / Polícia / Caso Vitória: Polícia pede prisão de testemunha que virou suspeito; Veja detalhes!

Caso Vitória: Polícia pede prisão de testemunha que virou suspeito; Veja detalhes!

15/06/2018 às 09:06:12

O delegado da Polícia Civil de Sorocaba, Acácio Leite, informou no início da noite desta quinta-feira (14) em entrevista à Record TV que vai pedir a prisão preventiva de um homem, que até então era uma testemunha, e acabou virando suspeito de envolvimento no caso do sumiço da menina Vitória Gabrielly.

Ainda segundo o delegado, que reforça as investigações na cidade de Araçariguama, foi feita a acareação entre as testemunhas para apurar as eventuais divergências e apurar o que de fato é verdade na investigação do caso, pois uma delas tem mudado a versão a todo momento.

“O pedido de prisão é para evitar que ele ameace testemunhas ou fale com outras pessoas”, explicou o delegado, afirmando ainda que existe a hipótese de que este suspeito possa estar querendo desviar o foco, para tentar livrar outras pessoas.

Vitória Gabrielly, 12 anos, desapareceu na tarde da última sexta-feira (8), enquanto andava de patins próximo da casa onde mora, no bairro de Vila Nova.

Segundo a família da menina, Vitória saiu de casa para ir a um ginásio de esportes brincar com uma amiga da escola. No trajeto, no entanto, a outra criança teria desistido de acompanhá-la.

Após andar cerca de 700 metros a pé, Vitória colocou o patins para continuar a caminhada ao ginásio. Imagens de câmera de segurança captaram o momento que a Vitória parou na esquina da escola onde ela estuda que está no caminho do ginásio. (veja abaixo, na reportagem do Cidade Alerta).

Desaparecimento

De acordo com testemunhas, quando a menina chegou no ginásio, foi abordada por um homem que estava em um carro preto.

Outras crianças que estavam no local dizem que viram a menina conversando com o suspeito, mas como precisavam entrar para ter uma aula, não viram se a menina entrou no carro.

A polícia chegou a periciar o carro de um suspeito. No entanto, não houve indícios de que Vitória tenha entrado no veículo.

Outro suspeito, parente do pai da menina, também é suspeito no crime. As investigações da Polícia Civil, no entanto, não encontraram nenhum indício sobre um possível envolvimento dele no caso.

A defesa do suspeito afirma que o homem está colaborando por conta própria com as investigações e destaca que ele não cometeu o crime. “Ele também quer saber porque o apontam como suspeito”, disse o advogado.

De acordo com a delegada Bruna Madureira, responsável pelas investigações do caso, as informações de testemunhas ainda estão desencontradas. A delegada afirma que as buscam seguem sendo feitas de maneira ininterrupta no município paulista.

A Polícia Civil segue as investigações em busca de informações sobre possíveis responsáveis pelo desaparecimento da criança.

Cidade Alerta – Rede Record
Compartilhar

Veja Também

Homem foi morto a tiros quando pilotava sua moto esta noite em Barbalha

Em 22/10/2018 às 10:03 Pouco mais de dois meses após um novo homicídio foi registrado em ...

Deixe uma resposta