terça-feira , 23 outubro 2018
Home / Esportes / Ceará assusta, mas Grêmio vira em casa e se aproxima da liderança

Ceará assusta, mas Grêmio vira em casa e se aproxima da liderança

© LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Em 23/09/2018 às 14:04

Grêmio segue sua perseguição ao líder do Brasileirão. Neste domingo (23), o time gaúcho chegou a ficar em desvantagem por duas vezes, mas virou para cima do Ceará. Os gols de Geromel, Thonny Anderson e Luan superaram os erros defensivos e garantiram resultado de 3 a 2 que mantém a equipe de Renato Gaúcho perto da ponta da tabela.

Com 47 pontos, o Grêmio reduz para quatro a diferença de pontos em relação ao São Paulo. O Internacional, segundo colocado, pode chegar a 52 ainda neste domingo. Mesmo assim, a distância será menor do que antes.

A vitória dentro da Arena não foi fácil. O Grêmio apresentou erros defensivos, mas conseguiu manter a cabeça no lugar para ir atrás do empate por duas vezes e ainda conseguiu a virada. Depois de marcar o terceiro, o time da casa ainda teve mais chances para marcar e deixar o triunfo mais elástico.

Na próxima rodada, o Grêmio visita o Fluminense e o Ceará recebe a Chapecoense. A partida do tricolor acontece no sábado, às 16h (Brasília) e o duelo em Pernambuco é domingo, às 19h.

Meia-atacante deu assistência para Geromel empatar de cabeça e marcou o gol da virada. Durante o jogo, oscilou. Errou passes, mas também decidiu. Nesse meio tempo, chegou a ouvir vaias de torcedores do Grêmio. No fim, foi peça-chave em mais uma vitória do time gaúcho.

De volta ao lado direito do campo, camisa 17 errou passes. Falhou na recomposição e nem quando tentou curtir uma no ataque se deu bem. Em um jogo cheio de oscilações no time, Ramiro foi quem mais tempo ficou na parte debaixo da curva.

O Grêmio não repetiu a formação usada contra o Tucumán, na última terça-feira, pela Libertadores. Sem Alisson, vetado pelos médicos, Thonny Anderson foi escalado. A presença dele alterou a estratégia ofensiva, mas o maior problema do time gaúcho foi na defesa.

Com Maicon, Cícero e Léo Moura o Grêmio sofreu muito na hora de defender. Foi surpreendido pelo Ceará na base da velocidade e ficou atrás do placar duas vezes. Ainda empilhou erros incomuns de desatenção e posicionamento.

Everton perdeu, ao menos, duas chances dentro da área e antes o Grêmio já havia tentado por meio de chutes de média e longa distância. A mesma técnica explorada até então resolveu. Primeiro com Luan e grande cobrança de escanteio para Geromel fazer 1 a 1. E depois, com Léo Moura servindo Thonny Anderson gerando o 2 a 2. Na etapa final, o controle foi maior e novamente a qualidade marcou o confronto. Luan executou uma bela cobrança de falta e venceu o goleiro Everson.

O Ceará conseguiu resistir ao jogo de posse do Grêmio no começo do jogo e abriu o placar. No entanto, pecou ao não manter a vantagem em bola parada. Depois, voltou a aproveitar espaços e marcou o 2 a 1. No final do primeiro tempo, novamente vacilou ao proteger a defesa. Apesar da oscilação, o time treinado por Lisca investiu em um jogo sem bola longa e sustentado em passes curtos, ultrapassagem e progressão.

No intervalo, com o placar em 2 a 2, Lisca foi até o trio de arbitragem para reclamar. O treinador do Ceará contestou a postura de Renato Gaúcho ao longo do primeiro tempo e também citou lance na área do Grêmio, onde a bola bateu em Maicon, pedindo pênalti.

GRÊMIO

Marcelo Grohe; Léo Moura, Geromel, Kannemann e Cortez; Maicon e Cícero; Ramiro (Pepê), Luan e Everton; Thonny Anderson (Thaciano). T.: Renato Gaúcho

CEARÁ

Everson; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Felipe Jonatan; Edinho (Robinho), Richardson, Leandro Carvalho (Pedro Ken), Juninho Quixadá (Felipe Azevedo) e Calyson; Arthur. T.: Lisca

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre

Público: 38.924 presentes (36.789 pagantes)

Renda: R$ 1.523.542,00

Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)

Auxiliares: Hélcio Araujo Neves (PA) e Luís Diego Nascimento Lopes (PA)

Cartões amarelos: Ramiro, Geromel, Luan (GRE)

Gols: Luiz Otávio, aos 13 min. do primeiro tempo (CEA); Geromel, aos 21 min. do primeiro tempo (GRE); Arthur, aos 27 min. do primeiro tempo (CEA); Thonny Anderson, aos 43 min. do primeiro tempo (GRE); Luan, aos 23 min. do segundo tempo (GRE)

POR FOLHAPRESS

 

Compartilhar

Veja Também

Raikkonen vence GP nos EUA e adia a decisão do título da Fórmula 1

Em 21/10/2018 às 18:19 Kimi Raikkonen venceu o Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1, ...

Deixe uma resposta