segunda-feira , 15 outubro 2018
Home / Política / Com campanha enxuta, Marina gasta R$ 67 mil em consultoria de moda

Com campanha enxuta, Marina gasta R$ 67 mil em consultoria de moda

© Nacho Doce / Reuters

Em 22/09/2018 às 08:18

Com dificuldades financeiras, a campanha da candidata à Presidência da República Marina Silva (Rede) prevê gasto de R$ 67 mil em consultoria de imagem e moda.

Como a Folha de S.Paulo relatou em agosto, a ex-senadora tem investido em mudanças no visual em sua terceira tentativa de chegar ao Planalto.

A ideia era deixar de lado a imagem de fragilidade que a prejudicou em 2014.

De acordo com a prestação de contas da candidata ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Marina firmou contrato com a empresa da consultora brasiliense Clarice Dewes.

No TSE, os valores aparecem divididos em duas parcelas: a primeira, de R$ 30 mil, é datada de 17 de agosto -e ainda deverá ser paga, diz a campanha. A segunda, já quitada, de R$ 37 mil, em 5 de setembro.

O valor gasto com a consultoria corresponde a 2% do total gasto pela campanha de Marina Silva até agora.

Dewes havia afirmado à Folha de S.Paulo em agosto participar da equipe de voluntários que ajudam a candidata. Nesta quinta (20), porém, disse que o contrato foi firmado porque havia necessidade de pagar profissionais de maquiagem, cabelo e também as roupas escolhidas para a candidata.

Segundo a consultora, no valor contratado estão incluídos passagem, hospedagem e alimentação da equipe, além da contratação de profissionais em diferentes cidades pelas quais passa a candidata. As peças de roupa também estão, segundo ela, inclusas no valor do contrato.

A nota do departamento financeiro não detalha, porém, o número de pessoas envolvidas na equipe ou o total de gasto com as peças de roupa.

O tratamento de imagem da candidata incluiu, por exemplo, um estudo para saber quais cores combinavam com a pele da ex-senadora. Afeita a tons sóbrios, Marina começou a salpicar tons como roxo e azul durante a campanha.

Também se deu preferência a peças com volume, como a pantalona azul que ela usou em agenda de rua em Taubaté, no interior de São Paulo, na quinta-feira.

Até esta sexta-feira (21), a campanha havia declarado R$ 3.538.044,31 em gastos. Por outro lado, a arrecadação total foi de R$ 7.204.538,92.

A ex-senadora vem repetindo que faz uma “campanha franciscana” e utiliza, por exemplo, voos de carreira para baratear os custos das viagens. Em 2014, a campanha da então candidata do PSB arrecadou R$ 62 milhões.

Procurada, a campanha de candidata afirmou que o contrato “engloba atendimentos e treinamentos sobre a imagem pessoal; construção e aquisição de peças para o guarda-roupa; produção para eventos, palestras e programas de TV; execução de penteados e maquiagem; e outras atividades relacionadas à imagem e ao estilo pessoal da Marina Silva”.

A maior parte dos gastos de Marina Silva nesta campanha foram com produção audiovisual. Segundo os dados do TSE, 53% do declarado pela candidatura foram destinados à produção de programas de rádio, televisão ou vídeo, num total de R$ 1,9 milhão. Destes, R$ 1,6 milhão foi destinado à JAH Brivilati Produtora.

A candidata também investiu neste ano em fonoaudiólogos, gastando um total de R$ 25 mil. “Não quisemos correr riscos”, diz o coordenador Pedro Ivo Batista. Em 2014, ela chegou a ficar afônica depois de visitar quatro estados em dois dias, e teve de cancelar compromissos.

Com informações da Folhapress.

Compartilhar

Veja Também

Ator que interpretou Moro manifesta apoio a Haddad em redes sociais

Em 15/10/2018 às 15:22 O ator Marcelo Serrado manifestou nos últimos dias apoio ao candidato do PT ...

Deixe uma resposta