quarta-feira , 17 outubro 2018
Home / Brasil / Exército negocia compra de blindados com verba da intervenção federal no RJ

Exército negocia compra de blindados com verba da intervenção federal no RJ

Gabinete de Intervenção Federal vai desembolsar R$ 18 milhões para adquirir veículos (Foto: Reprodução)

Em 12/08/2018 às 11:06

O Exército Brasileiro está em negociação com o Exército Italiano para a aquisição de 16 viaturas blindadas. Conforme exibiu a GloboNews neste sábado (11), o investimento vai ser custeado pelo Gabinete de Intervenção Federal (GIF), no Rio de Janeiro.

Para comprar os veículos, o GIF irá desembolsar R$ 18 milhões, parte do montante de R$ 1,2 bilhão que recebeu do governo federal, em março deste ano. Além dos blindados, o pacote inclui cursos operacionais e de manutenção, peças de reposição e custos de transporte até o Brasil.

A previsão do Exército é que esses veículos cheguem ao País em outubro, praticamente menos de dois meses antes do fim da intervenção no estado. Segundo o decreto presidencial, a intervenção no RJ irá até 31 de dezembro. Detalhe é que após o período, os blindados ficarão com as tropas do Exército, sob controle do Comando Militar do Leste.

Secretário geral da Associação Contas Abertas, Gil Castelo Branco questiona em que será útil para o Rio de Janeiro a compra dos veículos já que chegarão a pouco mais de dois meses do fim da intervenção.

“A princípio, o que se cogitava é que esse R$ 1,2 bilhão fossem destinados, de fato, à ação de segurança do Rio de Janeiro, como um legado”, declarou Castelo Branco.

Em levantamento recente, a Contas Abertas levantou que o GIF usou R$ 8,5 milhões da verba que recebeu da União, o que não dá nem 1% do total disponível. Entre as compras feitas, estão novas armas, como fuzis e pistolas, munição de diferentes calibres e veículos.

Fonte: G1

Compartilhar

Veja Também

Dia Mundial da Alimentação: fome pode voltar ao que era antes no país?

Em 16/10/2018 às 14:38 Desde 1981, o Dia Mundial da Alimentação é comemorado em 16 de outubro. ...

Deixe uma resposta