segunda-feira , 15 outubro 2018
Home / Polícia / Jovem é deixada em hospital com sinais de estupro e homens armados invadem unidade à procura dela

Jovem é deixada em hospital com sinais de estupro e homens armados invadem unidade à procura dela

Hospital Geral de Cuiabá (Foto: Reprodução/Google Street View)

Em 18/09/2018 às 14:48

Uma jovem de 18 anos foi deixada nesse domingo (16) no Hospital Geral, no Centro de Cuiabá, com suspeita de ter sido vítima de estupro durante uma festa, na capital.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, dois homens levaram a vítima até o local e fugiram em seguida. Horas depois homens armados invadiram o hospital à procura da vítima e das roupas que ela usava.

A Polícia Civil informou que o caso será investigado pela Delegacia da Mulher, em Cuiabá.

Segundo a PM, a jovem foi deixada na unidade às 11h. Os funcionários do hospital ligaram para a polícia e informaram que a vítima teria sido vítima de um estupro. A mãe da jovem estava na unidade quando os policiais chegaram ao local.

O médico que atendeu a jovem disse aos policiais que a paciente estava com um intenso sangramento e lesões nas partes íntimas.

Enquanto era atendida, a paciente contou aos médicos que estava em uma festa, onde teria usado droga e tomado bebida alcoólica. Ela afirma que se lembra de ter tido uma relação sexual.

No entanto, por conta da lesão, os médicos acreditam que ela foi vítima de estupro. A jovem foi sedada e encaminhada ao centro cirúrgico.

Invasão

Enquanto registraram um boletim de ocorrência na Polícia Civil, os policiais militares foram chamados novamente pelos funcionários do hospital.

Os servidores relataram que três horas depois da entrada da jovem na unidade, homens armados tentaram retirar as roupas que a vítima usava quando deu entrada no atendimento. As vestimentas estavam sujas de sangue.

Os funcionários liberaram a entrada dos suspeitos, que diziam estar armados. Os suspeitos ameaçaram os funcionários e procuraram pela vítima e pelas roupas que ela estava quando foi socorrida.

Eles não conseguiram encontrar a jovem e fugiram do local em um carro. Os funcionários conseguiram anotar a placa do automóvel e entregaram à PM. O dono do carro seria um morador do Bairro Jardim Leblon. Os suspeitos não foram localizados até a manhã desta segunda-feira (17).

Fonte: G1

Compartilhar

Veja Também

Quatro mulheres são vítimas de feminicídio em São Paulo

Em 15/10/2018 às 11:14 Quatro vítimas de feminicídio morreram neste feriado prolongado no estado de São ...

Deixe uma resposta