sexta-feira , 25 Maio 2018
Home / Política / Líderes do Governo Arnon votam contra pedido do prefeito; vereadores questionam

Líderes do Governo Arnon votam contra pedido do prefeito; vereadores questionam

Adauto Araújo e Auricélia Bezerra são líder e vice-líder de Arnon na Câmara; Vieira Neto e David Araújo são da base e questionaram a votação dos líderes (Foto: Reprodução/Câmara Municipal)

Em 16/05/2018 às 13:12

Na apreciação da Mensagem 12, na sessão dessa terça-feira (15), o líder do governo Arnon Bezerra (PTB), o vereador Adauto Araújo (PSC), e a vice-líder, Auricélia Bezerra (PDT), votaram contra a solicitação do prefeito. A mensagem visa alterar as normas para instalação de postos de combustíveis em Juazeiro do Norte. 

O vereador David Araújo (Patriota) votou favorável e questionou o líder e a vice votar contra. “Eu não estou entendendo mais nada. Eu sou governo!”, afirmou o parlamentar. Por sua vez, Adauto lembrou que já tem 10 anos de Casa Legislativa e até agora não entende.

A mensagem foi aprovada por 9 a 6 e segue em tramitação indo agora para o Poder Executivo. Arnon deve sancionar por ser uma matéria enviada por ele.

Já durante a sessão extraordinária, na apreciação da Mensagem 18, de autoria do prefeito Arnon, solicitando autorização e transferências de recursos financeiros para a realização da 42ª vaquejada municipal, o vereador Vieira Neto (Patriota) destacou que nunca viu o líder do governo votar contra o prefeito.

Vieira afirmou que “(…) a partir de agora qualquer projeto chegando nesta Casa por parte do Executivo, eu farei a minha votação conforme a minha consciência. Não tem mais esse negócio de base. Não tem mais esse negócio de seguir líder ou deixando de seguir líder. A votação é conforme a minha consciência(…)”, revelou.

Assista:

Por João Boaventura Neto
Miséria.com.br

Compartilhar

Veja Também

Bolsonaro diz que apoia caminhoneiros, mas critica bloqueios de vias

Em 24/05/2018 às 20:43 O deputado federal e pré-candidato a Presidência Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta quinta-feira ...

Deixe uma resposta