domingo , 18 Fevereiro 2018
Home / Política / Mais de R$ 650 milhões da Lava Jato são devolvidos à Petrobras

Mais de R$ 650 milhões da Lava Jato são devolvidos à Petrobras

© José Cruz/Agência Brasil

Em 07/12/2017 às 12:01:31

Um total de R$ 654 milhões foi devolvido à Petrobras, nesta quinta-feira (7), durante evento realizado em Curitiba (PR), com a presença do presidente da estatal, Pedro Parente. O montante é proveniente dos acordos de colaboração e de leniência firmados na operação Lava Jato. 

Segundo nota divulgada pela petrolífera, a empresa “vem trabalhando em parceria com o Ministério Público Federal, a Polícia Federal, a Receita Federal e demais autoridades desde o início das investigações, ao mesmo tempo em que aprimorou seus mecanismos de controle e tomada de decisões”.

Na avaliação da estatal, a companhia, “que é reconhecida pelas autoridades como vítima dos atos desvendados pela Lava Jato, seguirá adotando medidas jurídicas contra empresas e pessoas, inclusive ex-funcionários e políticos, que causaram danos financeiros e à imagem da companhia”.

Esta não é a primeira vez que dinheiro desviado em esquemas de corrupção é devolvido à estatal. Em outubro último, segundo a Agência Brasil, a petrolífera informou ter recebido, desde o início da força-tarefa, em 2014, mais de R$ 800 milhões.

No dia 27 do mês passado, a empresa recebeu R$ 81 milhões da britânica Rolls-Royce, que firmou acordo de leniência com o MPF. Outros dois acordos de colaboração premiada resultaram no reforço de mais R$ 5,8 milhões ao caixa da companhia, englobando R$ 1,7 milhão devolvidos pelo ex-diretor da área Internacional Nestor Cerveró e R$ 4,1 milhões, pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

A Petrobras é autora, com o MPF e a União, em 13 ações de improbidade administrativa em andamento, além de atuar como assistente de acusação em 41 ações penais.

 POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Compartilhar

Veja Também

Relatora da intervenção no Rio aponta falta de dados no decreto

Em 18/02/2018 às 15:07:45 Escolhida para ser a relatora do decreto presidencial 9.288/2018, que formaliza a ...

Deixe uma resposta