Home / Política / ‘Marcinho VP deu entrevista e Lula não pode?’, protesta Gleisi Hoffmann

‘Marcinho VP deu entrevista e Lula não pode?’, protesta Gleisi Hoffmann

© Adriano Machado / Reuters

Em 12/07/2018 às 12:45

juíza Carolina Moura Lebbos, da 13ª Vara Federal de Curitiba, negou nesta quarta-feira (11) pedidos de visita ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele fosse entrevistado pela imprensa.

O pedido de entrevista, realizado pelo UOL, Folha de S.Paulo e SBT tinham com objetivo entrevistar o ex-presidente Lula, atual pré-candidato do PT à Presidência, acerca de questões relacionadas ao pleito eleitoral.

Para a magistrada “não há previsão constitucional ou legal que embase direito do preso à concessão de entrevistas ou similares”.

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann, criticou a determinação. “Em primeiro lugar, nada impede que uma pessoa faça pré-campanha, nem mesmo se estiver condenado em segunda. Em nenhum caso desde 2010, quando foi aprovada a Lei da Ficha Limpa, se restringiu direitos políticos de alguém nesse período. Por conta da juíza Lebbos, só Lula e mais ninguém está sofrendo por antecipação consequências de uma suposta inelegibilidade até agora não examinada pelo TSE, tribunal com competência constitucional para a matéria”, afirmou”, completou.

Na sede do PT em Pernambuco, onde Gleisi tem encontro com o governador do Estado, Paulo Câmara, para tratar do apoio político do PSB nas eleições, ela chegou a citar o traficante Marcinho VP.

“Um criminoso deu entrevistas, o presidente Lula, que é a maior liderança popular desse país e está com seus direitos políticos preservados, não pode dar entrevistas? O que se faz com Lula é uma injustiça atrás da outra, mas o povo não vai abandonar ele. Essa perseguição política está ficando feio para o Brasil no mundo. As pessoas olham e dizem: republiqueta de bananas que não tem uma democracia forte, que não respeita suas instituições”, destacou a senadora.

 POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Compartilhar

Veja Também

Janaína Paschoal critica sistema após veto de PRP a Bolsonaro

Em 21/07/2018 às 11:08 A professora e advogada Janaína Paschoal, cogitada para ser vice na chapa encabeçada ...

Deixe uma resposta