sexta-feira , 19 outubro 2018
Home / Polícia / Pintor é preso por chantagear e estuprar dois adolescentes

Pintor é preso por chantagear e estuprar dois adolescentes

Suspeito de 48 anos ameaçava divulgar fotos íntimas das vítimas © Polícia Civil/Divulgação

Em 16/04/2018 às 17:28:30

Um suspeito de estuprar dois adolescentes em Vilhena (RO) foi preso nesta sexta-feira (13). O pintor Carlos Lima Loiola, de 48 anos, pedia fotos íntimas das vítimas e depois fazia chantagens. Em seguida, abusava sexualmente dos meninos.

O primeiro caso foi registrado em março deste ano, com uma vítima de 16 anos. Segundo o relato, o homem pediu uma foto das nádegas do menino. Após ter enviado a foto, o adolescente passou a ser chantageado.

“O indiciado o persuadiu e ele [adolescente] enviou a foto. Depois disso, o investigado passou a pedir mais fotos, dizendo que, se ele não enviasse, enviaria a primeira foto para familiares e amigos dele. Com medo, o adolescente enviou outras imagens. Com o tempo, ele usou as fotos para obrigá-lo a manter relação sexual com ele”, explicou a titular da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), Solângela Guimarães.

O segundo caso registrado está relacionado a um adolescente de 14 anos. Ele alegou que sofria abusos há dois anos. A chantagem começou após o pintor pegar uma foto da internet e dizer que iria divulgar a imagem como se fosse da vítima. O abusador disse que faria isso caso o menino não enviasse fotos íntimas. Se sentindo pressionado, a vítima enviou as imagens e passou a ser ameaçado e submetido a estupros.

“Ele [suspeito] está sendo acusado pelo crime de estupro, duas vezes, e uma vez por estupro de vulnerável continuado, porque quando ele começou a manter relação sexual com esse adolescente de 14 anos, ele tinha 12”, afirmou.

De acordo com o G1, a polícia suspeita que ainda possa haver mais vítimas.

POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Compartilhar

Veja Também

Homem é condenado por matar um com garrafada numa briga de trânsito em Juazeiro

Em 18/10/2018 às 12:06 O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Juazeiro do Norte ...

Deixe uma resposta