terça-feira , 23 outubro 2018
Home / Política / Por telefone, Bolsonaro pediu ‘calma’ a Mourão

Por telefone, Bolsonaro pediu ‘calma’ a Mourão

© Reuters

Em 20/09/2018 às 21:12

Do hospital Albert Einstein, onde se recupera após ter sido esfaqueado, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) conversou por telefone com seu vice, o general Hamilton Mourão, a quem pediu calma.

Nos bastidores da campanha, gerou incômodo o tom adotado por Mourão em algumas de suas aparições públicas recentes. Na semana passada, ele defendeu uma nova Constituição sem a participação popular e, na terça (18), disse que famílias formadas por só por mães e avós são “fábrica de elementos desajustados”.

O diálogo foi relatado à reportagem por Mourão, que participou de um evento em São Paulo nesta quinta-feira (20) e não falou com a imprensa ao deixar o local.

O vice esteve com Bolsonaro na segunda, no hospital, e falou com o presidenciável por telefone nesta quinta. “Hoje, a única mensagem que ele passou para mim é para manter a calma”, disse.

Questionado pela reportagem sobre se a campanha pediu para que ele evitasse declarações polêmicas, Mourão repetiu que o candidato pediu apenas calma.

“Não, ele só falou para manter a calma, pediu para eu manter a calma.”

Com informações da Folhapress.

Compartilhar

Veja Também

NYT chama Bolsonaro de ‘triste escolha’ e ‘risco à democracia’

Em 22/10/2018 às 13:25 O candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, é um nome da direita ...

Deixe uma resposta