domingo , 19 agosto 2018
Home / Ceara / Secretário destaca ações para o Interior do Estado

Secretário destaca ações para o Interior do Estado

André Costa afirmou que já existem bons resultados nas reduções de assaltos e tem confiança absoluta que haverá diminuição de mortes (Foto: Reprodução)

Em 17/07/2018 às 09:37

Tentando buscar saídas para a violência, que vai além da Capital do Ceará, André Costa, titular da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) apresentou, ontem, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Fortaleza, uma série de ações levadas ao Interior do Estado. Dentre os pontos destacados pelo secretário, estão o envio de companhias do Batalhão de Policiamento de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e câmeras de videomonitoramento, em cidades com mais de 50 mil habitantes.

Conforme Costa, além de Fortaleza, 41 municípios do Ceará já contam com o policiamento ostensivo especializado. O investimento na ampliação do BPRaio fez com o Batalhão passasse de 300 a aproximadamente, dois mil militares. Apesar desta ampliação, o número de Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) não baixou nas Regiões Norte e Sul.

Conforme levantamento recentemente divulgado pela Pasta, em junho deste ano, houve aumento de 5,1% no número de mortes violentas no Interior Norte. Já na Região Sul do Ceará, o acréscimo foi de 7,8%. As duas porcentagens são resultados de comparações com igual período do ano passado.

Matanças

Os resultados da violência voltaram a chocar com o registro de duas chacinas, em pouco mais de 24 horas. Somadas as matanças ocorridas nos Municípios de Palmácia e Quiterianópolis, morreram nove pessoas.

Além das duas chacinas, a disseminação das facções no Interior do Ceará mostra que o crime organizado conseguiu se instalar, inclusive, nos pontos mais distantes. Questionado a respeito dos resultados do policiamento ostensivo nas regiões mais afastadas da Capital, André Costa disse acreditar que os resultados “devem aparecer em breve”.

“A resposta não vem do dia para a noite. O policial vai aprender a manusear as câmeras e trabalhar com sistemas novos. Os PMs do BPRaio, muitas vezes, são de outras cidades. Quando chegam vão vendo onde agir. O efetivo mínimo que estamos colocando nessas cidades do Interior é de 37 policiais. Já temos bons resultados nas reduções de assaltos. Temos confiança absoluta que haverá diminuição no número de mortes”, avaliou o titular da SSPDS.

Sobre as motivações para os ataques em Palmácia e Quiterianópolis, o secretário afirmou que “a priori, nenhuma das chacinas têm relação com o crime organizado”. A Polícia Civil informou em coletiva, ontem, que, apesar de ter agido por vingança, o mandante do crime seria integrante de uma facção. Costa acrescentou que os suspeitos das chacinas foram presos e avaliou que “a resposta por parte da Polícia está sendo dada”.

Fonte: Diário do Nordeste

Compartilhar

Veja Também

Estado teve prejuízo de R$ 144 milhões com desperdício de água

Em 09/08/2018 às 11:10 Em meio a escassez hídrica que atinge o Ceará nos últimos ...

Deixe uma resposta