Home » Notícias » Cariri » Líder do governo pede esclarecimento sobre contratação de serviço por parte da prefeitura de Juazeiro

Líder do governo pede esclarecimento sobre contratação de serviço por parte da prefeitura de Juazeiro

ADAUTO
Adauto Araújo é o novo líder do governo na Câmara (Foto: Reprodução/Por Dentro do Assunto)

O vereador Adauto Araújo (PSC), já na condição de líder do prefeito Arnon Bezerra (PTB) pediu na sessão desta terça-feira (13) que fosse realizada uma audiência para esclarecer a contratação feita pelo município para prestação de serviços na área de saúde.

O assunto ganhou destaque na última semana e a polêmica gira em torno de ter sido licitado e contratado pela Prefeitura de Juazeiro, os serviços médicos do Hospital São Raimundo, localizado na cidade do Crato e que pertence a Fundação Leandro Bezerra de Menezes, instituição pertencente à família do prefeito Arnon.

A sugestão do vereador Capitão Vieira (PEN) é que o assunto já seja abordado e esclarecido durante a audiência de prestação de contas dos 150 dias da gestão municipal que será realizada na tarde desta quarta-feira (14), na Câmara. Vieira pediu ainda que fosse providenciado o contrato social da empresa e seus aditivos dos últimos cinco anos.

Já o vereador Tarso Magno pediu que o líder Adauto fizesse chegar às mãos dos vereadores toda a documentação referente ao pregão que licitou tal contratação de quase R$ 8 milhões. Tarso também pediu o detalhamento dos serviços a serem prestados pela Fundação, bem como a prestação de contas de todos os serviços que foram realizados também nos últimos quatro anos da gestão passada, do prefeito Raimundo Macedo, pois o montante não chegou a R$ 2,4 milhões.

Segundo o vereador é preciso saber quais serviços serão contratados, uma vez que há vários equipamentos de saúde ociosos, como a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Serviço de Atendimento Médico Especializado (SAME). Ele considera que o dinheiro poderia ser investido nos equipamentos do município.

Glêdson pede intervenção para resolver falta de energia no Centro de Apoio aos Romeiros

O presidente da Câmara, Glêdson Bezerra (PMN) pediu uma intervenção para solucionar junto a Empresa Eneel a questão do corte no fornecimento de energia elétrica no Centro de Apoio aos Romeiros, em Juazeiro.

De acordo como vereador a energia do local foi cortada, impossibilitando o trabalho de diversos permissionários. Glêdson disse já ter procurado a prefeitura, que alega não resolver porque o equipamento ainda está sob poder do Governo do Estado. Em nome da Casa foram encaminhados ofícios ao Governo do Ceará, a empresa Eneel, a Prefeitura e a Secretaria de Meio ambiente para que tomem as medidas necessárias para resolver o problema. “Que possam nomear um interventor para resolver a situação, pois não se concebe um município do porte de Juazeiro passar por um problema assim. Até porque muitos pais de família tiram o sustento de lá e à medida que se aproxima mais uma romaria a situação precisa ser resolvida o mais rápido possível”, diz Glêdson.

Capitão Vieira cobra explicações sobre pagamento do precatório dos professores

Na Tribuna, o vereador Capitão Vieira levantou vários questionamentos com relação ao precatório dos professores de Juazeiro. Para ele a questão está mal esclarecida pelo município e tem deixado dúvidas sobre como será pago a parte referente aos profissionais do magistério e a parte que ficará com a prefeitura para investimento no município.

Vieira diz que o prefeito Arnon Bezerra assumiu publicamente que pagará o que é de direito ao professorado, mas ainda há muitas dúvidas sobre a questão. E ele garante que a Câmara tem acompanhado de perto o desenrolar dos fatos. “Não esquecemos o nosso compromisso com os professores e precisamos saber como será distribuído e investido os mais de R$ 100 milhões do precatório do Fundef. É dever do vereador acompanhar a aplicação dos recursos e estamos atentos a isso”, declara o parlamentar, que pediu a presença do Secretário e de um representante da Procuradoria para explicarem a situação na Câmara.

Por Dentro do Assunto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *