Home » Notícias » Policia » Mãe de PM reage a assalto e é morta em Fortaleza

Mãe de PM reage a assalto e é morta em Fortaleza

MAE

Uma idosa, mãe de um sargento da Polícia Militar do Ceará (PMCE), foi morta após sofrer um tiro de arma de fogo, ao reagir a uma tentativa de assalto, na manhã de ontem, no bairro Vila Velha, em Fortaleza.

Elisete Lima Sousa, de 64 anos de idade, estava em uma parada de ônibus, na Rua 27, por volta de 6h40, quando um homem desceu de um veículo Volkswagen Gol, de cor branca, e anunciou o assalto, de acordo com o comandante de Policiamento da Capital (CPC), capitão Evanilton Pereira de Almeida.

A mulher reagiu à tentativa de assalto e foi baleada na perna direita pelo criminoso. Ela chegou a ser socorrida por populares e levada ao Hospital Distrital Dr. Evandro Aires de Moura (Frotinha do Antônio Bezerra), mas não resistiu ao ferimento e morreu na unidade de saúde.

O suspeito fugiu sem levar pertences de Elisete, segundo o capitão Almeida. A PM realizou diligências pela área, mas ninguém foi preso, até o fechamento desta matéria. A investigação do crime será realizada pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil.

Duplo homicídio

A violência crescente no Estado nos últimos meses também deixou duas vítimas em uma ação criminosa em Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), na tarde de ontem.

De acordo com o comandante da Área Integrada de Segurança (AIS) 12, tenente-coronel Océlio Alves, dois homens chegaram a um residencial conhecido como Condomínio da Santa, em uma motocicleta Honda Bros, de cor verde, e alvejaram com tiros de arma de fogo Mailton Felipe da Silva, 27, e Wesley Alves de Sousa, 18.

Mailton morreu na hora. Wesley, com um tiro na cabeça, foi socorrido por populares, mas não resistiu e também morreu. Os suspeitos fugiram e não foram presos até o momento.

Segundo o tenente-coronel Alves, o duplo homicídio foi motivado pela disputa pelo tráfico de drogas na região. Mailton teve passagens pela Polícia pelos crimes de injúria, ameaça, dano, resistência e desacato. Wesley respondeu a vários atos infracionais, quando adolescente, conforme o comandante da AIS 12.

Fonte: Diário do Nordeste

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *