Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Mulher confessa ter matado a mãe botando calmantes em sua sopa
16/11/2018 07:19 em Polícia

Uma mulher foi presa em Mogi das Cruzes nesta quinta-feira (15) por suspeita de ter matado a própria mãe, Vanilda Pereira dos Santos, de 58 anos. O crime foi descoberto no dia 27 de julho, em Jundiapeba, quando o corpo foi encontrado amarrado dentro de casa, já em avançado estado de decomposição.

Depois do crime, Jaqueline Rosa dos Santos Porto fugiu e voltou para casa do pai apenas nesta quinta. Ao retornar, ela confessou o crime e os familiares chamaram a polícia.

Em seu interrogatório, segundo a polícia, Jaqueline confessou para a polícia que matou a mãe e contou que colocou seis comprimidos de calmante na sopa da mãe.

Depois que a mãe dormiu, a filha amarrou os pés e tornozelos com fio de arame e enrolou a mãe, ainda viva, em um cobertor e numa rede. Em seguida, ela colocou o corpo entre um armário e uma cama box.

Ela disse para a polícia que não gostava da mãe e que também queria matar o pai e outros parentes.

A irmã de Jaquelina, Janaína Aparecida dos Santos, contou que a suspeita costumava desaparecer. "Ela teve uma vida boa. Quis matar para eu não ir mais atrás dela, para ela conseguir viver no mundo. Porque eu falava: ´mãe, eu só vou atrás dela por você, para você não sofrer", contou.

A polícia decretou a prisão temporária de Jaqueline.

Fonte: G1

(Foto:Reprodução)

COMENTÁRIOS