Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Camilo pede desculpas sobre declaração após mortes de reféns em Milagres
10/12/2018 14:43 em Ceará

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (10) o governador Camilo Santana (PT) admitiu que sua primeira fala sobre a morte dos reféns durante tentativa de assalto na última sexta (7), em Milagres, foi "infeliz". Durante inauguração do Centro Integrado de Inteligência, em Fortaleza, ele havia dito que era "estranho um refém de madrugada num banco". 

Camilo disse que quando foi questionado sobre o acontecido ainda não sabia de fato o que realmente tinha se passado naquela manhã, inclusive sobre o reconhecimento dos corpos. O governador ainda explicou que a primeira declaração havia sido "mal interpretada" pela mídia. Na primeira entrevista, afirmou que os assaltantes "estavam preparados para assaltar dois bancos, e não conseguirem". 

O governador afirmou também que pediu desculpas às famílias, disse ser solidário com as vítimas e falou sobre "respeito com pessoas e com a vida". Ainda de acordo com o governador, 12 policiais que participaram da operação foram afastados das ações externas e passaram a atuar em processos administrativos internos.

 

Por Felipe Azevedo/ Agência Miséria

Miséria.com.br

(Foto: Alana Soares/Agência Miséria)

COMENTÁRIOS