Médico acusado de deformar rosto de pacientes é preso
21/12/2018 13:01 em Polícia

O médico Wesley Murakami, acusado de deformar o rosto de pelo menos 30 pacientes no Distrito Federal e em Goiás, foi preso, na manhã desta sexta-feira (21). A mãe dele, a dona da clínica de Brasília e o administrador da unidade de Goiânia também foram detidos. No total, foram cumpridos ainda cinco mandados de busca e apreensão no DF e na capital goiana, onde foram efetivadas as prisões.

De acordo com informações do TV Anhanguera, afiliada da TV Globo, o registro de Murakami foi suspenso pelo Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal (CRM-DF) nesta semana. Desde o dia 14 deste mês, no campo "Inscrições em outros estados", aparece "interdição cautelar", o que impossibilita o médico de exercer a profissão em todo o território nacional por tempo indeterminado.

Entenda o caso

O médico Wesley Murakami foi condenado a indenizar uma paciente que ficou com o rosto deformado após procedimentos estéticos. Mas a mulher não foi a única da lista. Pelo menos outras 30 pessoas denunciaram o profissional pelo mesmo motivo. Murakami sugeriu uma bioplastia e chegou a dizer que o resultado seria satisfatório. Os casos aconteceram no Distrito Federal e em Goiás. O médico é alvo de processos éticos nos conselhos regionais de medicina do DF e de Goiás. Vítimas procuraram a polícia para denunciar os casos.

NoticiasaoMinuto

(Foto: Reprodução/ Notícias ao Minuto)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!