Ceará começa perdendo, mas arranca empate com Floresta e mantém vantagem na semifinal
28/03/2019 22:50 em Esporte

Na primeira semifinal entre Floresta e Ceará, tudo igual. Jogando no estádio Junco, nesta quarta-feira (27), o Verdão até abriu 2 a 0 com Tavares e Renê, mas viu o Vovô chegar ao empate com Samuel Xavier e Carleto, na etapa final.

Dono de melhor campanha, o Alvinegro pode até empatar, no jogo de volta, que se classifica para a final. O confronto acontece dia 10 de abril (quarta), às 21h30, na Arena Castelão.

Antes, entra em campo sábado (30), contra o Salgueiro, pela última rodada da Copa do Nordeste. Vice-líder do Grupo B, com 15 pontos, o Alvinegro precisa de um empate para avançar às quartas. A partida acontece às 16h, no Cornélio de Barros, em Pernambuco.

Ao Floresta, resta vencer para chegar à primeira decisão de Estadual da história do clube. O regulamento da FCF não prevê disputa de pênaltis no mata-mata, independente do resultado.

O jogo

O Ceará começou a partida adiantando as linhas de marcação. Ganhando oportunidade como titular, Ricardo Bueno era o atacante alvinegro mais acionado, levando perigo na bola área.

A pressão alvinegra rendeu boas chances com Leandro Carvalho, em arremates de fora da área. Com maior posse de bola, o Vovô girava bem, mas tinha problemas na armação, em noite pouco inspirada de Ricardinho e Felipe Silva. Enquanto isso, o Floresta seguia com as linhas defensivas bem postadas, esperando uma oportunidade de contra-ataque.

A estratégia então premiou o mais efetivo. O Floresta abriu o placar na primeira chegada no ataque, aos 42. Zé Carlos arrancou em velocidade e disparou um foguete, Richard espalmou mal e a bola sobrou para Bryan. O meia só escorou para Renê, livre, finalizar para o fundo das redes: 1 a 0. A primeira etapa foi encerrada com muitas vaias do torcedor alvinegro.

Na volta do intervalo, Lisca colocou Tiago Alves no lugar de Valdo. O zagueiro foi crucial aos seis, quando impediu que Zé Carlos ampliasse o placar tirando a bola de carrinho, sobre a linha. O Vovô respondeu com Ricardo Bueno quatro minutos depois, exigindo grande defesa de Carlão.

O Ceará até conseguiu empatar, em cabeçada de Tiago Alves, mas o lance foi anulado por falta de ataque. Retrancado, o Floresta amplia o placar em contra-ataque de almanaque: Tavares recebe passe primoroso de Marconi e cabeceia por cobertura: 2 a 0.

Após o tento, o Vovô acordou. Em jogada pela linha esquerda, Samuel Xavier se infiltrou na área e diminuiu: 2 a 1. Depois foi a vez de Carleto, aos 40. O lateral direito aproveitou bate-rebate na grande área e chegou finalizando com raiva, no ângulo: 2 a 2, números finais no Estádio Domingão.

 

Fonte: Diário do Nordeste

 

COMENTÁRIOS