Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Mulher acusada do tráfico de drogas em Milagres foi morta a tiros em um bar
13/04/2019 09:51 em Polícia

Uma mulher acusada do tráfico de drogas em Milagres foi assassinada por volta das 20 horas desta sexta-feira. Maria das Graças dos Santos Vieira, de 54 anos, era apelidada por “Cinha Cabeça de Porco” e morava na Rua Margarida Barbosa Landim (Bairro Francisca do Socorro) em Milagres. A mesma estava sentada numa cadeira na porta do Bar da Amizade, que funciona na rua em que morava, quando foi executada com três tiros na cabeça.

Segundo testemunhas, uma pessoa encapuzada com um balaclava e ainda mais usando um capacete se aproximou da vítima à pé. Após os disparos, fugiu por um matagal próximo e, pouco tempo depois, passou uma moto em alta velocidade a qual, provavelmente, teria dado apoio na fuga. No Ceará, “Cinha” respondia procedimentos por crimes de tráfico de drogas e ameaça, enquanto, em São Paulo, por três crimes de lesões corporais.

Este foi o primeiro homicídio deste ano em Milagres e o último tinha acontecido na madrugada do dia 21 de dezembro quando populares encontraram o corpo de José Cardoso dos Santos, de 53 anos. Ele era conhecido como “Zé Lambu”, deficiente de uma perna e residia na Rua Francisco Felipe Sampaio. O mesmo foi morto a pauladas na cabeça perto de sua casa na Rua Francisco Ferreira Furtado do Conjunto Viver Bem.

Quanto a mulheres, são quatro assassinadas este ano no Cariri já que tivemos duas em Juazeiro e outra em Crato. As últimas do sexo feminino mortas em Milagres foram Claudineide Campos de Souza, de 41, que morava em Carapicuíba (SP) e Francisca Edineide da Cruz Santos, de 49 anos, que residia em Hortolandia (SP). Foi no dia 7 de dezembro naquele rumoroso caso da tentativa de assalto contra o Banco do Brasil quando 14 pessoas morreram, sendo seis reféns a exemplo de Claudineide e Edineide.

 

Por Demontier Tenório

Miséria.com.br

 (Foto: Reprodução/Redes sociais)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!