Secretaria da Saúde esclarece sobre casos de H1N1 e situação da vacina contra a gripe
05/06/2019 10:09 em Saúde

A Prefeitura de Juazeiro do Norte, através da Secretaria da Saúde (Sesau), realizou, na tarde desta terça-feira (04), entrevista coletiva para prestar esclarecimentos sobre os casos de H1N1 que estão sendo registrados no Município e a situação da vacina contra a gripe para o grupo prioritário. 

Até o momento foram notificados 21 casos de H1N1 em Juazeiro do Norte, dos quais 06 são de pessoas que residem em Saboeiro, Lavras da Mangabeira e Tarrafas. Há 06 casos confirmados, sendo 05 de Juazeiro; e 03 óbitos, 02 de pessoas que residiam em Juazeiro e um que residia em Jardim.

Quanto à vacina, o Município recebeu 71.950 doses para vacinação dos grupos prioritários, que no geral já atingiu 95,59% de cobertura, acima dos 90% preconizados pelo Ministério da Saúde. No entanto, são necessárias ainda 1.434 doses para alcançar as 73.384 pessoas que fazem parte do grupo prioritário no Município. Destes, crianças e idosos são os grupos que ainda precisam atingir a meta de imunização.

“Protocolamos 03 ofícios na Regional de Saúde do Estado solicitando doses extras para que nós possamos vacinar um público diferente do prioritário preconizado pelo Ministério. Não foi enviada para nenhum município nenhuma dose extra para que se pudesse vacinar outros grupos. Estamos aguardando posicionamento do Estado. O que falta receber são as 1.434 doses ainda pertencentes ao grupo prioritário”, explicou a secretária da Saúde, Francimones Albuquerque.

Além disso, a secretária afirmou que foi solicitado ao Estado um adicional do medicamento Tamiflu, que é utilizado em pacientes que apresentam sintomatologia de síndrome respiratória ou que mantiveram contato direto com pacientes com diagnóstico fechado.

A equipe da Sesau vem realizando ações de Vigilância da Influenza, como visitas às unidades de saúde para repasse de orientações e implementação de protocolos para que esses locais estejam preparados se chegarem a receber casos suspeitos, como também capacitação dos profissionais para prescrição correta do medicamento e tratamento, além de ações de prevenção.

“O que depender da Secretaria de Saúde nós estamos prontos para fazer o que for possível para atender as necessidades da população. Toda a equipe está imbuída com relação a esse trabalho para que a gente possa prevenir e cuidar da nossa população”, reforçou a secretária.

As principais orientações de prevenção que podem ser adotadas pela população são: lavar sempre as mãos com água e sabão, evitando levar as mesmas ao rosto; não compartilhar utensílios de uso pessoal; utilizar álcool em gel para higienização das mãos; utilizar máscaras e evitar aglomerados e locais fechados.

Sobre a denúncia de que um servidor do Município teria vendido doses da vacina a uma empresa privada, a secretária informou que já foi aberta sindicância para apuração do caso, a fim de que as providências cabíveis sejam tomadas.

 

ASCOM

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!