Apresentador que se demitiu ao vivo da Globo desabafa e acusa diretor
18/08/2019 18:30 em Fama & Tv

Kaio Cézar, narrador esportivo que pediu demissão ao vivo da TV Verdes Mares, afiliada da Globo no Ceará, abriu o jogo sobre o assédio moral e as perseguições que sofreu dentro da emissora, onde trabalhou por 11 anos. Ele garantiu que tem provas de tudo o que relatou.

Em entrevista ao site “F5”, o ex-apresentador do “Globo Esporte” acusou o diretor da emissora, Paulo César Norões, de ter sido o responsável pelos constrangimentos que viveu. “Quando saí da Verdes Mares eu tinha a intenção de abandonar tudo, me decepcionei demais e estava psicologicamente destruído“, desabafou.

“Entrei com uma ação na Justiça. Desde 2013 passei por uma série de situações que configuram perseguição e assédio moral. O diretor Paulo César chegou a humilhar a minha família e a me mandar ‘tomar no cu’ por discordar dele. Ele tentou me tirar da Copa das Confederações em 2013, tirar meu espaço no Premiere, na SporTV e me minar profissionalmente“, apontou.

Kaio Cézar subiu o nível das acusações e afirmou que foi boicotado pelas emissoras do Ceará. “Antes de eu sair da Verdes Mares a afiliada do SBT tinha me procurado, pois eles não têm narrador esportivo. Depois que eu saí não fizeram mais contato. O mercado para mim aqui em Fortaleza se fechou totalmente. As TVs são unidas“, revelou.

A sua situação financeira, agora, está complicada. “Só não passamos fome nem fomos despejados por causa da nossa família. Nosso pais [dele e da esposa] que faziam as feiras. A gente está se virando. Passei três meses penando, quase sendo despejado“, contou.

A ação movida pelo apresentador engloba a TV Verdes Mares, a TV Diário, a Rádio Verdes Mares e a Globo. O valor da indenização exigida está em R$ 3,8 milhões. “Eu desejo primeiramente provar essa situação. Se eu ganhar, o valor sinceramente é o que menos importará. Estou acostumado a viver sem grana“, confessou.

Em fevereiro deste ano, Kaio Cézar anunciou a sua saída da TV no final do “Globo Esporte” local: “Bom, pessoal. O ‘Globo Esporte’ vai ficando por aqui. Quero dizer que eu também fico, porque neste momento estou pedindo demissão do Sistema Verdes Mares“. “Não abro mão do respeito nem da dignidade para estar em lugar nenhum. Um abraço. Tchau, tchau“, declarou na época.

Terra

COMENTÁRIOS