Fortaleza e Flamengo se enfrentam vivendo momentos distintos
16/10/2019 09:21 em Esporte

A Arena Castelão será palco de um duelo de times opostos que terá muitos elementos atrativos e certeza de muita emoção. Afinal, às 20 horas, quando a bola rolar para a partida entre Fortaleza e Flamengo, olhares de todo o País estarão voltados para o confronto que reúne a principal sensação do futebol brasileiro na atualidade e também o time que tem imensa necessidade de vitória para se afastar da zona de rebaixamento.

Os objetivos de tricolores e rubro-negros são opostos, bem como seus momentos. O Flamengo é o líder do Campeonato Brasileiro, com oito pontos de vantagem para o Palmeiras, segundo colocado, e tem a possibilidade de emendar o 13º jogo seguido de invencibilidade.

Se vencer o Fortaleza, o time carioca pode terminar a rodada com até 11 pontos de vantagem na primeira colocação.

Nas últimas 12 vezes que entrou em campo pelo Brasileirão, a equipe comandada pelo técnico português Jorge Jesus venceu 11 e empatou uma. Além disso, são três triunfos consecutivos, resultados que refletem o time que, hoje, é dono do futebol mais atraente e efetivo do País.

Do outro lado, um Fortaleza que passa por momento de instabilidade. Após a volta de Rogério Ceni, foram duas vitórias e duas derrotas. Resultados que fazem o Leão do Pici estar atualmente na 15ª colocação, mas em situação já preocupante, tendo em vista que a vantagem para a zona de rebaixamento é de apenas três pontos e pode acabar já nesta rodada, dependendo de outros resultados dos concorrentes.

Apesar da consciência de que o duelo é extremamente difícil, os tricolores mostram confiança no resultado positivo, sobretudo pelo retrospecto recente em casa, já que o Leão do Pici venceu os últimos dois jogos que fez diante do seu torcedor.

"Flamengo é uma grande equipe, fazendo um ótimo campeonato. Mas temos que ser fortes em casa, recuperar os pontos que perdemos aqui. Temos nossas virtudes para tirar 3 pontos na quarta-feira. Não é uma equipe impossível de vencer", destacou o zagueiro Quintero, que retorna após cumprir suspensão.

Mesmo com a confiança dos atletas, os torcedores leoninos sabem que o duelo de hoje é daqueles que o time entra como franco atirador e conquistar ao menos um ponto no Castelão já pode ser considerado um bom resultado.

Desfalques importantes

Os dois times chegam com desfalques consideráveis para a partida. Do lado cearense, o atacante Wellington Paulista, artilheiro do time na competição, com nove gols, está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Gabriel Dias, que foi expulso contra o Vasco, é outro desfalque. Além deles, o goleiro Felipe Alves, ainda lesionado, segue fora.

Outros jogadores são dúvidas, como o zagueiro Jackson e o atacante Romarinho. O defensor se recupera de contusão na coxa esquerda, enquanto o atacante segue como dúvida por desconforto muscular.

Do lado carioca, não é diferente. O Flamengo encara o Leão sem os laterais Rafinha (lesão) e Filipe Luís (poupado); os meias Arrascaeta (lesão) e Everton Ribeiro (suspenso); além do atacante Bruno Henrique (suspenso).

Por outro lado, o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Gabigol, que estavam na Seleção Brasileira, retornam e devem atuar contra o Leão.

Artilheiro disparado do Brasil, com 32 gols em 44 jogos, e também do Brasileirão, com 18, Gabigol é a esperança do ataque rubro-negro.

"Todos os jogadores que foram para Seleção são importantes, seja Grêmio, Flamengo, onde for. E agora com a volta do Caio e do Gabigol, ganhamos muito força porque são jogadores importantes", declarou o meio-campista Gerson, que será titular hoje.

Mudanças no Leão

Os desfalques obrigam o técnico Rogério Ceni a mudar não somente peças, mas algumas características da equipe.

Se Romarinho tiver condições de jogo, será titular e não provocará grandes alterações no sistema ofensivo, formando quarteto com Osvaldo, Edinho e André Luís.

Caso o Camisa 20 não jogue, porém, a tendência é que Marlon ganhe a vaga.

A escolha pelo meio-campista se dá por uma opção tática. Contra um time extremamente ofensivo, dono do melhor ataque da competição, com 53 gols marcados, e que tem por DNA imposição de estilo dominante de valorização da posse de bola, Ceni sabe que precisará de alguém que ajude ofensivamente e, ao mesmo tempo, tenha poder de recomposição para auxiliar na marcação quando o Tricolor não tiver domínio da bola.

Neste contexto, opções como Felipe Pires, Mariano Vázquez e Matheus Alessandro são vistas pelo treinador como alternativas de menor comprometimento tático, embora possam surgir no segundo tempo como alternativas de velocidade ofensiva.

Casa cheia

A expectativa é de grande público nas arquibancadas do Gigante da Boa Vista. Na última parcial divulgada pelo Fortaleza, na noite de ontem, 16.395 sócios-torcedores já realizaram check-in e 19.036 ingressos já haviam sido vendidos antecipadamente, incluindo todos os 14.200 bilhetes disponíveis para a torcida do Fla.

Com isso, mais de 35.000 torcedores já estão garantidos na partida.

A promessa é de belo espetáculo nas arquibancadas. A festa será coroada com a realização de mosaico feito pela torcida do Fortaleza antes de a bola rolar.

Inédito encontro

O jogo será ainda mais especial por um fato inédito fora das quatro linhas. Será a primeira vez que dois europeus estarão à beira do gramado para comandar os times em um confronto realizado pelo Campeonato Brasileiro.

Isso ocorrerá porque o francês Charles Hembert e o português Jorge Jesus serão responsáveis por comandar Fortaleza e Flamengo.

Charles estará na área técnica por conta de suspensão do técnico Rogério Ceni, que levou o terceiro cartão amarelo no jogo contra o Vasco e por isso não poderá comandar a equipe.

Com isso, o auxiliar-técnico europeu estará na beira do campo para comandar a equipe leonina.

Solidariedade

Ontem, através das redes sociais, Fortaleza e Flamengo se manifestaram em solidariedade às vítimas e familiares da tragédia pelo desabamento de um prédio no Bairro Dionísio Torres, na capital cearense, que ocorreu às 10h30min da manhã dessa terça-feira.

"Estamos na torcida por um desfecho positivo no caso do desabamento de um prédio em nossa capital. Que seja apenas um susto, sem maiores consequências", publicou o Tricolor de Aço em sua conta no Twitter, às 11h10min.

Uma hora e meia depois, também no Twitter, o Rubro-Negro carioca se posicionou sobre o lamentável acontecido na cidade.

"O Clube de Regatas do Flamengo se solidariza com os familiares e amigos das vítimas do prédio que desabou em Fortaleza, ontem", disse o Rubro-Negro em nota.

Diário do Nordeste

(Foto: Reprodução/ Diário do Nordeste)

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!