Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Guerra na Síria já fez mais de 380 mil mortos, incluindo 115 mil civis
04/01/2020 11:58 em Mundo

O Observatório dos Direitos Humanos da Síria (ODHS) disse hoje que desde o início da guerra no país, em março de 2011, já morreram mais de 380 mil pessoas, das quais mais de 115 mil eram civis.

O relatório publicado hoje por esta Organização Não-Governamental com sede em Londres lembra que o conflito foi desencadeado pelas repressões das manifestações pacíficas reclamando mais democracia no país, mas tornou-se mais complexo com o envolvimento de grupos extremistas e potências estrangeiras.

O balanço hoje divulgado, que aponta que dos mais de 380 mil mortos, 22 mil eram crianças e 13.612 eram mulheres, é uma atualização face aos 370 mil mortos anunciados em março de 2019.

Nos últimos anos, o regime de Bashar al-Assad conseguiu recuperar cerca de dois terços do território graças ao apoio do seu principal aliado militar, a Rússia.

De acordo com o novo relatório da ODHS, mais de 128.100 soldados do exército sírio e membros sírios e estrangeiros das milícias aliadas foram mortos desde 2011, e entre os membros mortos da milícia estão 1.682 combatentes libaneses do Hezbollah.

O conflito, que dura há quase uma década, também forçou milhões de sírios a buscarem o exílio, com as ONG a continuarem a denunciar os abusos e violações dos direitos humanos perpetrados pelo regime, acusado de lançar ataques químicos mortais, torturas e prisões arbitrárias.

 

Notícias ao Minuto

COMENTÁRIOS